Filie-se você também ao nosso sindicato!

Clique Aqui

Incêndio atingiu mais de 150 boxes de camelódromo no Rio, diz Prefeitura

Mais de 150 boxes do camelódromo da Uruguaiana, no Centro do Rio, foram atingidos, segundo a Prefeitura, pelo incêndio da madrugada deste domingo (11) — numa primeira avaliação, ainda quando  havia chamas, bombeiros que estiveram no local falaram em 50 estabelecimentos.

O mercado popular, porém, vai ter condições de ser reaberto parcialmente na terça, assegurou o prefeito Eduardo Paes, que vistoriou o local durante a manhã.

Paes também informou que marcou uma reunião no gabinete da Prefeitura nesta segunda-feira (12) com representantes das associações de comerciantes do Mercado Popular da Uruguaiana e da Associação de Comerciantes do Centro do Rio, para falar sobre “soluções” para esta área da cidade.

“Foram 10% dos boxes, o que é uma pena, mas a atuação do Corpo de Bombeiros impediu que houvesse uma tragédia maior. Tudo indica que foi um acidente. Temos que dar assistência para quem teve os boxes atingidos e procurar dar uma solução definitiva”, afirmou Paes, que elogiou o cadastramento de comerciantes junto à prefeitura após as operações contra a pirataria realizadas em Julho pela Polícia Civil. “Isso nos deu a noção certa de quantos boxes foram atingidos”, avaliou.

O corpo de Bombeiros e a Defesa Civil ainda estavam no local por volta das 11h. O incêndio começou por volta das 3h30, após um curto-circuito.

Segundo o Corpo de Bombeiros o fogo já foi controlado no início da manhã. A corporação recebeu um chamado para conter o fogo às 3h38 e, segundo relatos de um morador, teriam chegado ao local por volta das 4h para conter as chamas. Ninguém ficou ferido.

Em julho deste ano, policiais civis da Delegacia de Repressão a Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) fecharam o camelódromo por causa de denúncias da venda de produtos piratas no local. O camelódromo ficou cerca de uma semana fechado, e teve queda de movimento após a operação. Na ocasião, agentes da secretaria de ordem pública da prefeitura também participaram da ação.

Fonte: Portal G1