Filie-se você também ao nosso sindicato!

Clique Aqui

Universidade tenta encobrir falha forjando habilitação para bombeiro em São Paulo

Reportagem da Record revela, com exclusividade, o plano da universidade FMU para tentar encobrir uma falha que pode ter contribuído na morte da estudante Angelina Pinto.

Ela passou mal e morreu mesmo após um funcionário, identificado como um bombeiro, ter utilizado o desfibrilador para reanimá-la. O profissional não era habilitado pela escola de bombeiros para utilizar o equipamento. A FMU procurou o órgão na busca por um certificado falso que não a comprometesse. Entenda o caso.

Para ver o vídeo, clique aqui!